Tomadores de decisão sobre saúde pública

O mercado brasileiro de saúde é extremamente complexo e fragmentado, com grande envolvimento tanto do setor público e privado nos processos de decisão e formação de políticas setoriais. É um setor que movimenta anualmente quase 10% do PIB nacional e deve crescer ainda mais nos próximos anos seguindo tendências globais. Portanto, para empresas que já competem ou planejam competir nesse mercado, um dos temas fundamentais para ter profundo conhecimento e manter-se atualizado é o “Acesso e Incorporação de Novas Tecnologias em Saúde no Brasil”.

Diferentes tipos de stakeholders, pessoas físicas e jurídicas, com atuação no setor público e privado estão envolvidos nesse tema e uma visão integrada sobre esses stakeholders é fundamental para que o desenho de estratégias de advocacy e relações institucionais, principalmente relações governamentais, seja mais eficaz.

Com o LivingReports você irá descobrir quem são e comos se relacionam as principais instituições e pessoas envolvidas nos processos avaliação e decisão do acesso e incorporação de novas tecnologias no sistema de saúde brasileiro. A partir do mapeamento desses stakeholders, construímos uma base de dados com informações organizadas e estratégicas que permitem saber quem são, como estão vinculados e a qual sua presença e alcance digitais.

O módulo redes do LivingReports permite analisar e entender visualmente como os stakeholders estão conectados, seja online, a partir das conexões nas mídias sociais, seja offline, por meio de suas conexões nos espaços de trabalho, parcerias, dentre outros. Com a Rede de Stakeholders, temos um mapa integrado e completo que permite análises das conexões e das construções narrativas que podem ser mobilizadas em desenhos de estratégias de advocacy tradicional, advocacy digital, e relações interinstitucionais, envolvendo integrantes das áreas de Relações Governamentais e de outros setores desse mercado. Identificar stakeholders críticos e definir os melhores caminhos para engajá-los em suas estratégias de acesso ao mercado de saúde brasileiro é fundamental para empresas que buscam liderar os movimentos neste setor. Além disso, com o LivingReports é possível monitorar diariamente o que está sendo falado pelos stakeholders nas mídias sociais, acompanhar seus posicionamentos e manter-se atualizado sobre suas narrativas.

Este LivingReports contém uma rede com mais de 400 stakeholders e mais de 3.000 conexões. Políticos, atores com posições institucionais importantes, associações de pacientes, movimentos sociais, representantes do setor privado, hospitais, centros de pesquisas entre outras categorias de stakeholders classificados em 05 grandes subtemas:

  • Pesquisa e Inovação
  • Acesso ao sistema público de saúde
  • Acesso ao sistema privado de saúde
  • Defesa de demandas de grupos de pacientes
  • Defesa de demandas de setores profissionais

Principais perguntas respondidas neste relatório:

  • Quem são os 10 principais stakeholders estratégicos?
  • Quem são os stakeholders estratégicos por área de atuação?
  • Como os stakeholders estratégicos estão conectados?
  • O que os stakeholders estão falando nas mídias sociais?
  • Quais são os stakeholders chave para serem mobilizados em estratégias segmentadas de advocacy e relações governamentais?
  • Como sua empresa está posicionada em relação aos stakeholders mais influentes dessa rede?

Na era da sobrecarga da informação, transformar dados dispersos em conhecimento é fundamental para o sucesso dos negócios.

A metodologia aplicada para o desenvolvimento do LivingReports está apoiada nas teorias de análise de redes e na experiência em mais de 300 projetos realizados globalmente para as mais diferentes indústrias. Ela consiste na identificação de “pequenos mundos” de stakeholders e influenciadores, constituídos por pessoas e instituições criteriosamente mapeados e altamente relevantes para os temas em análise.

Os “pequenos mundos” apresentados no LivingReports são de alta relevância porque é justamente nas dinâmicas de relacionamento de seus integrantes que se originam as percepções, posicionamentos e narrativas que rapidamente se disseminam pela web e influenciam uma parcela maior da sociedade, ou o que chamamos “grande mundo”.

As redes de stakeholders e influenciadores são construídas a partir do mapeamento dos vínculos online, captados por meio da interação entre os stakeholders em mídias sociais, e dos diferentes vínculos offline, como compartilhamento de local de trabalho, co-produção técnica-científica, parcerias, financiamentos, dentre outros.

Utilizando técnicas de Network Science e Netnografia transformamos dados e informações dispersas sobre estes stakeholders e influenciadores em conhecimento organizado, integrado e atualizado, trazendo contexto e significado para nossas análises.

O LivingReports é uma plataforma interativa e dinâmica, que possibilita aos usuários navegar pelas redes de stakeholders e realizar análises visuais, qualitativas e quantitativas. No nível macro é possível ter uma visão geral da rede, compreender sua estrutura, quantificar seu nível de coesão, identificar clusters e saber quem ocupa o seu centro. No nível mezzo, é possível aplicar segmentações através de filtros e visualizar segmentações complexas para entender como determinados clusters se relacionam entre si, como um cluster específico está estruturado. E no nível micro é possível aprofundar o olhar para um stakeholder específico, seja uma pessoa ou organização, para compreender suas conexões na rede, suas relações de influência, seu posicionamento e narrativas nas mídias sociais.

REQUEST A FULL DEMO OF THEM LIVINGREPORT
BUY THIS LIVINGREPORT NOW

Contato

Preencha o formulário abaixo e responderemos em breve